quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Testei * Natura Ucuuba

Bom dia criaturas mais gatas desse mundão! Todos bem? Não é de hoje que sou viciada nos produtos Natura, tanto pela qualidade (que é ótima) quanto pela consciência ambiental! 

Os produtos que testei desta vez e vim aqui resenhar são:

Manteiga Hidratante Para Mãos e Áreas Ressecadas

*Hidratação reparadora por até 48h;
Eu achei: Hidrata mesmo, bastante. Eu tenho a pele muito seca e essa manteiga ajudou muito!
*Textura leve e de fácil absorção;
Eu achei: Depende muito do estado das mãos, quando as minhas estão bem secas é rapidinho, se estiverem úmidas demora um pouco mais (nada terrível)
*Forma uma camada protetora na pele;
Eu achei: Que sim! Fica lisinha e com sensação de protegida!
*Embalagem prática, perfeita para carregar na bolsa;
Eu achei: Ok.

Hidratante Corporal

*Hidratação Reparadora por até 30h;
Eu achei: A pessoa aqui é viciada em hidratantes (pele seca demais!) esse é super cheiroso, leve, absorve fácil e hidrata legal.

*Textura leve, aveludada e fácil de espalhar;
Eu achei: Cumpriu com o que prometeu, pele hidratada e de "pêssego"(ou ucuuba)

*Ideal para os Cuidados Diários;
Eu achei: Ótimo! (Falta uma versão menor pra viagens!)

*Forma uma camada protetora na pele:
Eu achei: Assim como o hidratante para mãos notei essa proteção, é como se tivesse passado um óleo bem leve na pele.

Manteiga Reparadora para o Corpo e Áreas Ressecadas

*Hidratação reparadora por até 48h;
Eu achei: Estou usando nos joelhos e cotovelos sempre após o banho e realmente me surpreendi com os resultados, ambos estão muito mais hidratados e não descamaram mais (ponto pra Natura!).

*Textura leve e aveludada;
Eu achei: Assim como o hidratante, a manteiga proporcionou o mesmo efeito nas áreas mais secas (joelhos e cotovelos).

*Nutre e fortalece a barreira da pele, deixando-a mais protegida;
Eu achei: Acho que a hidratação está mantida por um bom tempo, até o próximo banho tranquilamente.


Não preciso dizer que amei né? Conheça um pouco mais sobre o Ucuuba e tenha mais motivos para usar!


Ucuuba. O nome vem do tupi e significa “árvore da manteiga”. Mas dentro da maior empresa de cosmético brasileira, a Natura, este fruto amazônico de sementes avermelhadas tem sido chamado de “joia rara”.
“Joia” porque sua semente é fonte de uma manteiga com alto poder de hidratação e reparação, mas de textura levíssima na pele. Uma combinação singular que chega ao mercado como o maior lançamento dos últimos cinco anos da linha Ekos, desenvolvida a partir de ativos da biodiversidade amazônica.
“Rara” porque sua árvore, a ucuubeira, corre risco de extinção pela exploração madeireira, que perpetua um mercado informal de confecção de materiais como estacas, cabos de vassoura, batentes de porta e telhados. Para reverter essa tendência, a empresa trabalha junto aos moradores da região, incentivando a preservação da espécie por meio de valorização de seus ativos e geração de renda por meio do cultivo da semente.

Nesta quarta-feira, inicia-se a venda de três itens com o novo ativo: manteiga hidratante para o corpo, manteiga hidratante para as mãos e hidratante desodorante corporal. No segundo semestre, será lançado o primeiro sabonete líquido hidratante da Natura para as mãos, uma versão do sabonete líquido para o corpo e um sabonete em barra cremoso.

Invertendo a lógica predatória

“Com a parceria com as comunidades locais, esperamos reverter esse ciclo predatório a partir do manejo sustentável da uccuba”, disse à EXAME.com José Vicente Marino, vice-presidente de Marcas e Negócios da Natura. “É uma conexão entre floresta e urbano que traz a consciência de que o homem é parte da natureza.”
Famílias que trabalham com o extrativismo aprendem, por exemplo, que é mais rentável extrair de forma ecologicamente correta o fruto e as sementes da ucuuba — e vendê-las para a empresa — do que derrubar as árvores para fornecer madeira.
Sob essa ótica, a floresta passar a ter mais valor em pé do que desmatada.
Segundo a Natura, a cada ano, a renda que uma comunidade obtém com uma ucuubeira preservada é três vezes maior do que aquela obtida com a exploração madeireira. Sendo que a árvore cortada só gera renda uma única vez.
Cerca de 600 famílias de 15 comunidades fazem o manejo da ucuuba comprada pela empresa, nas regiões do Nordeste Paraense e na região do Médio Juruá, no Amazonas.
O novo lançamento da marca é fruto do Programa Amazônia, nascido em 2011, por meio do qual a Natura busca o fortalecimento das comunidades tradicionais da Amazônia e investe em um modelo de desenvolvimento que assegura a floresta em pé.
“Já investimos 582 milhões de reais até agora, e esperamos movimentar 1 bilhão de reais até 2020 através do Programa”, explica Marino.

Inovação

Inovação é essencial na hora de incorporar as novas descobertas em ingredientes chave nos cosméticos. “Em 2015 devemos investir perto de 385 milhões no total de investimento em pesquisa e desenvolvimento, o que representa 3% da receita liquida da Natura”, destaca o executivo.
A principal inovação de Natura Ekos Ucuuba é o fato de proporcionar alta hidratação com textura leve, o que, segundo a empresa, rompe um paradoxo da hidratação.
Outro diferencial: a embalagem de Natura Ekos Ucuuba será ecoeficiente, com 50% PET reciclado pós-consumo e 50% PET verde, que possui material de origem vegetal renovável em sua composição. 
(Fonte: http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/conhece-a-ucuuba-e-a-nova-joia-rara-da-natura)

Beijos trevosos
Catarina♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Eu adoro quando vocês escrevem aqui♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...